Cuidando do cão sênior

Ao contrário da crença popular, os cães não envelhecem a uma taxa de sete anos humanos para cada ano em sua vida. Essa fórmula antiquíssima é provavelmente baseada no fato de que os cães envelhecem mais rápido que os humanos e têm vida mais curta.

Os cães são considerados “idosos” com cerca de sete anos de idade. No entanto, eles ainda têm muita vida neles nessa idade. Raças maiores tendem a ter vida mais curta do que raças menores, então elas são freqüentemente consideradas seniores aos 5 a 6 anos de idade. Talvez a melhor indicação de que um cão tenha se tornado um veterano é o surgimento de problemas de saúde relacionados à idade.

Um pêlo grisalho e um ritmo mais lento são sinais externos de envelhecimento, é claro. Mas é importante observar que os sistemas de órgãos de um cão também estão mudando com a idade. Um cão mais velho é mais propenso a desenvolver doenças como doenças cardíacas, renais e hepáticas, câncer ou artrite. O câncer é responsável por quase metade das mortes de animais de estimação com mais...

... de 10 anos de idade. Os cães têm câncer aproximadamente na mesma taxa que os humanos.

Também é normal que os cães mais velhos percam um pouco da visão e da audição, semelhante aos humanos. Cães mais velhos podem desenvolver catarata. Cães com pouca visão ou até cegueira podem se locomover em ambientes familiares. Se a visão do seu cão estiver falhando, evite reorganizar ou adicionar móveis ou outros itens que possam se tornar obstáculos.

Artrite geralmente se desenvolve em cães mais velhos. Quando um cachorro envelhece, ele pode parecer menos interessado em correr atrás de uma bola no parque ou achar difícil pular na sua cadeira favorita ou no carro da família. Artrite também pode causar depressão ou irritaçano em um cão quando você tenta acariciá-lo.

Mudanças no comportamento podem ser um indicador precoce do envelhecimento. Essas alterações podem estar ligadas a dor artrítica ou perda da visão ou audição. Algumas mudanças de comportamento podem ser o resultado de uma disfunção cognitiva, semelhante à senilidade nas pessoas.

O peso de um cão pode ter um impacto significativo na sua saúde como um animal de estimação mais...

... velho. Excesso de peso em um cão mais velho aumenta o risco de artrite, dificuldade respiratória, resistência à insulina ou diabetes, doenças cardíacas, pressão alta, problemas de pele, câncer e outras condições. Um cão com excesso de peso pode não apresentar quaisquer sinais de aviso de problemas de saúde, por isso são recomendadas visitas regulares ao seu veterinário.

Como os cães idosos têm maior probabilidade de desenvolver problemas relacionados à idade, eles devem ser regularmente examinados por um veterinário para mantê-los saudáveis ​​e para detectar problemas antes que se tornem mais difíceis e dispendiosos de tratar. Fale com o seu veterinário sobre um programa de cuidados preventivos que melhor combina com seu cachorro.

Problemas gastrointestinais (GI) em gatos e cães não são incomuns. Como existem muitas causas comuns, ser capaz de reconhecer mudanças repentinas na digestão do seu animal de estimação pode ajudar você e seu veterinário a fornecer os melhores cuidados. Familiarize-se com a rotina diária do seu animal de estimação para que você possa ajudar a determinar se o seu cão ou gato está com dores de estômago ou problemas mais sérios.

Cuidado com os sinais de problemas de saúde em cães mais velhos