Síndrome da Disfunção Cognitiva em Gatos

Com o avançar da idade, surgem muitas complicações e distúrbios. A síndrome da disfunção cognitiva em gatos é uma condição que está diretamente relacionada ao envelhecimento do cérebro de um gato; em última análise, leva a mudanças na consciência, déficits de aprendizado e memória e diminuição da capacidade de resposta aos estímulos. Embora os sintomas iniciais do distúrbio sejam leves, eles gradualmente pioram com o tempo, também conhecidos como “declínio cognitivo”.

Sintomas e tipos de demência em gatos

  • Desorientação / confusão
  • Ansiedade / inquietação
  • Irritabilidade extrema
  • Diminuição do desejo de jogar
  • Lambida excessiva
  • Parecer desconsiderar o treinamento aprendido anteriormente ou as regras da casa
  • Ser devagar para aprender novas tarefas
  • Incapacidade de seguir rotas familiares
  • Falta de auto-aliciamento
  • Incontinência fecal e urinária
  • Perda de apetite (anorexia)
  • Alterações no ciclo do sono (ou seja, acordar à noite, dormir durante o dia)

Causas da demência em gatos

Embora a causa exata da síndrome de disfunção...

... cognitiva em gatos seja desconhecida atualmente, fatores genéticos podem predispor um animal a desenvolver a doença.

Diagnóstico da demência em gatos

Você precisa fornecer um histórico completo da saúde do seu gato ao seu veterinário, incluindo o início e a natureza dos sintomas e possíveis incidentes que possam ter precipitado os comportamentos ou complicações incomuns.

O médico veterinário vai realizar um exame físico completo para avaliar o estado geral de saúde e as funções cognitivas do gato. Exames de sangue de rotina, ultra-sonografias e raios-X também são empregados para descartar outras doenças que podem levar a alterações comportamentais associadas à síndrome de disfunção cognitiva.

Tratamento para demência em gato

Gatos com esta síndrome de disfunção cognitiva requerem terapia e suporte por toda a vida. No entanto, sua ajuda pode fazer um mundo de diferença quando se trata de melhorar as funções cognitivas do seu gato. Por exemplo, embora...

... não “cure” seu gato, manter um ambiente saudável e estimulante ajudará a retardar a progressão do “declínio cognitivo”. Isso normalmente envolve a imposição de uma rotina diária de exercícios, brincadeiras e treinamento.

Além de medicação e terapia comportamental, seu veterinário pode sugerir o uso de uma dieta especial e balanceada para melhorar a função cognitiva do gato; ou seja, memória, capacidade de aprendizagem, etc. Esta dieta também é tipicamente suplementada com antioxidantes, vitamina E e C, selênio, flavonoides, beta-caroteno, carotenoides, Ômega-3 e carnitina, todos considerados excelentes para melhorar as funções cognitivas do gato.

Vivendo e gerenciando com a demência em gatos

Seu veterinário vai avaliar seu gato periodicamente para monitorar sua resposta à terapia e à progressão dos sintomas. No entanto, se notar quaisquer alterações comportamentais no gato, notificar o veterinário imediatamente. Para pacientes estáveis, exames bi-anuais são suficientes, a menos que surjam novos problemas.

Demência (geriátrica) em gatos