Talvez o seu cão tenha alergias, ou talvez ele tenha sido diagnosticado com a doença de Addison, seja qual for o motivo, o veterinário prescreveu prednisona como parte de sua terapia. Como um corticosteroide, ele trabalha para evitar que seu corpo produza substâncias que provocam respostas imunes e inflamatórias. Prednisona em para cães vem com uma variedade de efeitos colaterais, que vão desde reações leves, como ofegantes, até conseqüências mais graves, como diabetes.

Efeitos colaterais da prednisona em cães

A prednisona tem uma variedade de usos, prednisona é útil como antiinflamatório quando...

... o sofrimento da dor nas articulações do seu cão, útil para melhorar a circulação em situações de choque e benéfico no tratamento de tumores de mastócitos como parte de um regime de quimioterapia. Contudo, existem consequências a curto e longo prazo quando se utiliza a droga.

A prednisona afeta os rins de um cão, resultando na conservação do sal de seu corpo, levando ao efeito colateral mais comum de prednisona em cães: sede excessiva e urina. Outros efeitos da prednisona em cães incluem letargia, ofegantes, diarreia, vômitos, cura retardada, agressão, alterações...

... no comportamento, diminuição da taxa de crescimento em cães jovens e ulceração na trato digestivo.

O uso prolongado da droga pode resultar em diabetes e doença de Cushing. Devido ao seu efeito sobre o açúcar no sangue, os cães diabéticos devem evitar tomar prednisona; Cães grávidas não devem tomar, uma vez que pode causar um cão abortar seus cachorros. Pode reagir com drogas anti-inflamatórias não esteroides, alguns antibióticos, antiácidos, anticoagulantes e outros esteróides. Por isso, certifique-se de consultar o seu médico veterinário para qualquer medicamento que seu cão esteja tomando.

Efeitos colaterais da prednisona em cães