Primeiros Socorros para Choque Elétrico em cães

A eletricidade é perigosa, especialmente em torno de cães jovens e mastigadores incorrigíveis. No entanto, se o seu cão sofrer um choque elétrico, é essencial que você considere sua própria segurança antes de ajudar.

O que prestar atenção sobre choque elétrico em cães

Um cão convulsionando ou rígido deitado sobre ou perto de um cabo de alimentação ou outra fonte elétrica pode estar sofrendo um choque elétrico. O cão pode não estar bem no cabo, pois poças de líquido, incluindo urina, podem carregar corrente elétrica. Raízes de árvores também são conhecidas por transportar eletricidade em casos de raios.

Causa Primária de lesões por choque elétrico em cães

Mastigar cabos de energia é a causa mais comum de choque elétrico em cães.

Cuidado imediato

Não toque no cão ou nos fluidos em contato com ele, especialmente se o animal estiver rígido, você pode receber um choque elétrico fatal. Em vez disso, você deve:

  • Desligue a eletricidade...

    ... em sua fonte, se possível.

  • Se você não conseguir desativar a corrente, use um cabo de vassoura de madeira (ou outro objeto longo e não condutor) para mover o cão a uma boa distância da fonte de eletricidade e de qualquer líquido.
  • Verifique o pulso e a respiração do cão, dando CPR e respiração artificial conforme necessário.
  • Se a boca do cachorro foi queimada, use compressas frias para limitar o dano.

Quando o cão parece recuperar:

  • Levá-lo ao veterinário imediatamente
  • Monitore sua respiração e pulso regularmente por 12 horas.

Mesmo que seu cão pareça se recuperar completamente e normalmente de um choque elétrico, é vital levá-lo para ver o veterinário. Danos internos, choque e acúmulo de líquido nos pulmões podem não ser visíveis para o exterior, mas podem causar sérios problemas horas após o acidente.

Outras Causas de lesões por choque elétrico em cães

Embora seja raro, um cão macho urinar em uma linha de força ou fonte elétrica exposta pode fazer com...

... que a corrente “pule” e cause um choque. Ainda mais raros são os casos em que os cães são atingidos por raios, embora os efeitos sejam semelhantes.

Prevenção

A eletricidade deve sempre ser tratada com cuidado: considere seu cão como uma criança pequena e inquisitiva e tome as medidas apropriadas para salvaguardá-lo em casa.

  • Cubra os cabos de energia, se possível, ou borrife-os com um composto de sabor amargo para impedir que cachorros e mastigadores investiguem.
  • Se o seu cão ainda é muito jovem, nunca o deixe sozinho em uma sala com cabos de energia vivos ou tomadas descobertas.
  • Examine os arredores e limpe todos os cabos elétricos que estiverem sendo usados. Os cabos de extensão podem ajudar a manter os cabos perto das paredes, fora da vista por trás de móveis, etc.
  • Sempre desligue os soquetes elétricos quando não estiverem em uso - não é apenas mais seguro, você economiza dinheiro em equipamentos que funcionam em modo de espera.

Saiba mais sobre Lesões por Choque Elétrico em Cães

Lesões por Choque Elétrico em Cães