Fraturas em cavalos

O tratamento de fraturas em cavalos costumava ser bastante difícil e, por essa razão, a maioria dos cavalos afetados sofria de eutanásia. Felizmente, à medida que o tempo avançou, o mesmo aconteceu com a tecnologia, facilitando o tratamento desses tipos de casos de fraturas em cavalos.

As pernas dos cavalos carregam muito estresse

Cavalos colocam uma enorme quantidade de estresse em suas pernas, especialmente quando estão galopando e pulando. E há muitos ossos frágeis abaixo do joelho e na articulação na pata traseira. Alguns dos ossos estão dentro do casco, e quando se estilhaçam, são muito mais difíceis de se estabilizar e deixar cicatrizar.

Mais da metade do peso do cavalo é suportado nas patas dianteiras, de modo que esses ossos e articulações, em particular, sofrem muito abuso. Mesmo que os ossos de um cavalo estejam cicatrizando, outras complicações podem se instalar, como a laminite estática, o que dificulta a recuperação completa do animal, sem que ocorra dor intensa.

Sintomas e tipos

Os sintomas de uma fratura dependem da área da fratura; entre eles:

  • Dor intensa em torno da fratura
  • Inchaço na área afetada
  • Postura estranha
  • Levantar a perna afetada do chão
  • Ângulo estranho da perna afetada
  • Não colocar peso na perna afetada ou uma distribuição irregular...

    ... de peso

Causas

Há uma variedade de situações em que um cavalo pode fraturar um osso, mas na maioria das vezes ocorre quando força excessiva é direcionada ao osso ou em um ângulo incomum. Isso pode acontecer como resultado de um chute desajeitado, uma queda ruim, um passo em falso, ou de uma tensão indevida em eventos competitivos. As fraturas ósseas são mais frequentemente vistas em cavalos de corrida devido ao alto nível de intensidade nas corridas.

Diagnóstico

Algumas fraturas ósseas são mais fáceis de diagnosticar do que outras. Enquanto muitas fraturas exibem sinais externos e visíveis, outras são menos óbvias.

Se não houver sinais externos de uma fratura óssea, um veterinário pode fazer radiografias, ou usar a cintilografia (um dispositivo que usa traçadores radioativos para gerar uma imagem da área afetada).

Tratamento

Uma vez que os sintomas de uma fratura óssea são notados, é importante manter o seu cavalo o mais imóvel possível, a fim de evitar novas lesões.

Se a fratura for tratável, o eqüino provavelmente será cuidadosamente movido para uma clínica onde uma operação para reparar a fratura pode ser realizada.

No caso de uma fratura do membro inferior, o membro deve ser imobilizado para evitar mais lesões até que o suporte médico possa...

... ser administrado. Isso pode ser feito aplicando-se uma tala, um curativo usado para suportar temporariamente a fratura, ou um molde removível, embora o primeiro seja mais provável e mais útil.

Vivendo e gerenciando

Depois de tratar a fratura, o cavalo deve ficar parado e isolado pelo tempo que o veterinário tiver instruído, permitindo que o tempo de fratura do membro cicatrize.

Às vezes, esse período de imobilidade pode durar meses. Uma dieta saudável e bem equilibrada também é fundamental para uma rápida recuperação, pois permite que o corpo se recupere após um procedimento estressante.

Os proprietários de cavalos também devem estar cientes da saúde dos outros membros durante este processo de recuperação. Casos de laminite (fundador) podem ocorrer no pé oposto ao peso, devido ao estresse adicional de carregar peso extra. Além disso, monitorar para sinais de inchaço ou o desenvolvimento de feridas.

Prevenção

Não existe realmente nenhuma maneira de prevenir fraturas ósseas em cavalos, uma vez que elas geralmente são causadas por estresse indevido em uma determinada área, ou por uma lesão acidental. No entanto, prestar muita atenção ao seu cavalo (e aos sintomas listados acima) pode ajudar a identificar a fratura e tratá-la antes que ela se torne muito grave.

Ossos quebrados em cavalos