Estamos cada vez mais conscientes da necessidade de tratar nossos animais de maneira natural e tão inofensiva quanto possível, já que na maioria das vezes isso significa menos danos a seus corpos e menos alterações em sua fisiologia.

No entanto, devemos ter claro que o termo natural nem sempre significa inofensivo, e muito menos no caso de plantas medicinais, uma vez que elas contêm um ou vários ingredientes ativos que interagem com o nosso corpo e são metabolizados da mesma forma que um produto químico. droga.

Se quisermos usar plantas medicinais como ajuda para cuidar da saúde de nossos animais, devemos fazê-lo com responsabilidade.

Quais são os benefícios da valeriana?

A valeriana é uma erva perene cuja raiz é colhida no outono e é precisamente na raiz, onde encontramos vários ingredientes ativos que fazem desta planta uma das ervas medicinais mais conhecidas e utilizadas. As principais propriedades e benefícios da raiz de valeriana podem ser resumidos da seguinte forma:

  • Propriedades sedativas: É indicado para qualquer distúrbio envolvendo nervosismo, ansiedade ou estresse, e também em comportamentos depressivos.
  • Propriedades hipnóticas: É indicado para melhorar a insônia, especialmente quando há grande dificuldade em relaxar no estágio de conciliação do sono.
  • Propriedades relaxantes: Embora não seja amplamente conhecido, a raiz de valeriana atua como um relaxante muscular, redução da dor e espasmos.

A valeriana foi submetida a vários estudos e não...

... produziu efeitos tóxicos ou efeitos colaterais em humanos ou animais desde que tenha sido usada adequadamente. Portanto, sim; você pode dar o seu cão valeriana.

Quando posso dar valeriana a meu cachorro?

Tratar nossos animais de estimação com terapias naturais é sempre uma medida sábia, mas como mencionamos no início, devemos agir com conhecimento e ser sempre responsáveis. Valeriana é um excelente remédio para cães nos seguintes casos:

  • Ansiedade
  • Nervosismo
  • Irritabilidade
  • Estresse

Nós também podemos dar ao nosso cão valeriana em situações particulares que criam grande estresse para eles, como viajar, fogos de artifício, etc. Também é benéfico para os cães que têm dificuldade em adormecer ou ter um ciclo de sono irregular.

Como posso dar valeriana ao meu cachorro?

Hoje valeriana pode ser encontrada em várias formas, sendo as mais comuns cápsulas, comprimidos e extrato líquido. Em geral, o extrato seco é mais potente que o extrato líquido, mas a valeriana na forma líquida é muito mais fácil de administrar aos nossos animais de estimação.

Existem vários métodos e recomendações sobre a melhor dosagem para cães:

  • 5 gotas, 3-4 vezes ao dia
  • 10-20% da dose humana
  • 10 gotas para cães pequenos (como o Yorkshire Terrier)
  • 15-20 gotas para cães pequenos-médios (Schnauzer, Poodle)
  • 30-40 gotas para cães médios (Bull Terrier, Sabujo espanhol)
  • 60 gotas para cães grandes (Husky Siberiano, Bernese)

Se você der valeriana a seu cão porque está sofrendo de insônia você deve lembrar que...

... o primeiro extrato deve ser tomado à tarde e o segundo à noite. Caso contrário, se nós dermos valeriana antes de dormir, pode sair pela culatra e causar mais insônia. Você precisa dar uma dose mais cedo para diminuir o estado de alerta.

Antes de dar o seu cão valeriana para o seu cão

Se você está indo dar valeriana para o seu cão, é essencial ter em conta as seguintes recomendações:

  • Todo cão merece atenção individual; Portanto, recomendamos que você vá ao veterinário se notar qualquer alteração no comportamento do seu animal de estimação. Por favor, note que a ansiedade e irritabilidade podem mascarar doenças mais graves.
  • As recomendações quanto à dosagem de valeriana para cães não têm consenso científico. A melhor pessoa para avaliar a dose que o seu cão requer é um veterinário.
  • A valeriana não deve ser administrada para um cão grávida ou amamentando, pois sua segurança não foi estabelecida neste contexto.
  • Valeriana é principalmente segura, mas pode interagir com algumas drogas, especialmente aqueles que afetam o sistema nervoso central. Neste caso, o tratamento deve ser monitorado por um veterinário.
  • Consulte o seu veterinário se você estiver inseguro.

Este artigo é puramente informativo. Não temos autoridade para prescrever qualquer tratamento veterinário ou criar um diagnóstico. Nós convidamos você a levar seu animal ao veterinário se ele estiver sofrendo de alguma condição ou dor.

Posso dar valeriana ao meu cachorro?