Com quase 2.000 espécies e subespécies, as pulgas prosperam em ambientes quentes e úmidos, e se alimentam do sangue de seus hospedeiros. Os anfitriões preferidos são os cães.

Por que os cães são suscetíveis a pulgas?

As pulgas são calorosas e ágeis, e ao procurar um anfitrião, podem saltar 10.000 vezes em uma fileira (o comprimento de três campos de futebol). Três pares de pernas com excelentes capacidades de salto (até 2 pés), e um corpo lateralmente achatado permite o movimento rápido na pele de um cão. Com um ciclo de vida completo que varia em qualquer lugar de 16 dias a 21 meses, dependendo das condições ambientais, as pulgas são mais comumente encontradas no abdômen de um cão, a base da cauda e da cabeça. Com infestações pesadas, no entanto, as pulgas podem prosperar em qualquer lugar do corpo. Elas se alimentam uma vez a cada dia ou dois, e geralmente permanecem em seu anfitrião durante o ínterim.

Quais são alguns sinais de pulgas em cães?

  • Excrementos ou "sujeira da pulga" na pele de um cão
  • Ovos de pulga no cão ou no ambiente do cão
  • Dermatite alérgica
  • Arranhar excessivo, lamber ou morder a pele
  • Perda de cabelo
  • Crostas e pontos quentes
  • Gengivas pálidas
  • Pontos quentes na pele

Quais são algumas complicações de pulgas em cães?

Uma vez que as pulgas podem consumir 15 vezes o...

... seu próprio peso corporal no sangue, elas podem causar anemia ou uma quantidade significativa de perda de sangue ao longo do tempo. Isto é especialmente problemático em filhotes jovens, onde um número insuficiente de glóbulos vermelhos pode ser fatal para alguns cães. Sinais de anemia parasitária incluem gengivas pálidas, temperatura corporal fria e apatia.

Quando um cão tem uma sensibilidade elevada à saliva das pulgas, apenas uma mordida de uma pulga pode causar uma reação alérgica. Esta condição é conhecida como dermatite da alergia da pulga e provoca coceira intensa e desconforto para o seu cão. Os sinais incluem perda generalizada de cabelo, pele avermelhada, crostas e pontos quentes. A dermatite da alergia da pulga conduz frequentemente às infecções da pele.

Quais são os cães propensos a pulgas?

Os cães que vivem em climas quentes e úmidos, onde as pulgas prosperam a temperaturas de 18 a 26 graus, e aqueles que vivem ao ar livre são mais vulneráveis a pulgas.

O que devo fazer se eu acho que o meu cão tem pulgas?

Consulte o seu veterinário, que irá confirmar o diagnóstico e discutir opções de tratamento apropriadas para o seu cão que está com pulga. É importante adaptar seu tratamento a seu animal de estimação e a seu ambiente, desde que determinados produtos na combinação podem ser tóxicos....

... Seu veterinário também pode determinar o melhor plano para a prevenção de pulgas no futuro.

Como tratar as pulgas em cachorro?

  • É importante que todos os seus animais de estimação sejam tratados para pulgas, incluindo gatos dentro de casa e ao ar livre, e que o ambiente também seja tratado.
  • Fale com o seu veterinário sobre a escolha do produto de tratamento de pulga. As opções comuns incluem um tratamento tópico, líquido aplicado à parte traseira da garganta, champôs, pulverizadores e pós. Alguns produtos matam pulgas adultas e seus ovos, mas podem variar na eficácia. É muito importante não usar produtos em seu cão que são destinados para gatos (e vice-versa). Os produtos de prescrição são geralmente mais eficazes e mais seguros do os outros vendidos sem receita.
  • Limpe completamente sua casa, incluindo tapetes e almofadas. (Lembre-se de descartar os sacos de vácuo.) Em casos severos, você pôde considerar usar um pulverizador ou um nebulizador, que exija a evacuação provisória do repouso.

Como posso evitar pulgas?

Usar um pente de pulgas em seu cão e lavar  uma vez por semana vai percorrer um longo caminho para controlar a infestação de pulgas. Também, é importante tratar a casa toda. Concentre-se em áreas obscuras, onde as pulgas vivem, e usar um inseticida ou nemátodo, vermes microscópicos que matam larvas de pulgas.

 

Por que os cães são suscetíveis a pulgas?