Toxicidade de vitamina A em gatos

Seu gato pode adorar comer fígado, mas você sabia que comer muito fígado pode causar uma doença grave e irreversível em gatos?

Por que comer muito fígado faz mal para os gatos?

A doença é chamada de hipervitaminose A, ou toxicidade de vitamina A em gatos. O fígado contém níveis muito elevados de vitamina A e, quando o gato é alimentado rotineiramente com  fígado, pode causar um crescimento ósseo anormal devido ao excesso de acumulação de vitamina A nos tecidos. O osso extra se forma nos apegos de tendões e ligamentos e onde as cápsulas articulares se...

... juntam aos ossos.

As vértebras do pescoço geralmente são afetadas primeiro, mas o processo pode se estender ao resto da coluna, as costelas, os cotovelos e outras articulações.

Eventualmente, a fusão completa das articulações ao longo da coluna vertebral e outros lugares ocorre, resultando na incapacidade do gato de mover seu pescoço ou membros afetados.

O crescimento ósseo também pode pressionar os nervos quando eles saem da coluna vertebral e na própria medula espinhal, o que é extremamente doloroso.

O gato pode ficar relutante em se mover, não pode andar e pode ficar parcialmente ou completamente paralisado. Os gatinhos também podem sofrer com dentes...

... soltos, desenvolvimento dentário anormal e anormalidades do crescimento ósseo.

Infelizmente, a doença não é reversível quando já ocorreram as extensas mudanças ósseas. Se a dieta é corrigida suficientemente cedo, no entanto, algumas das rigidez e desconforto podem ser aliviadas.

Pode ser um desafio, no entanto, introduzir uma dieta diferente para um gato que se acostumou a comer fígado. Alguns gatos simplesmente se recusam a comer qualquer outra coisa.

É, portanto, muito importante alimentar o seu gato com uma comida de gato de boa qualidade cientificamente formulada para atender às necessidades dietéticas específicas desde o início. Evitar o fígado é a escolha mais sábia.

Toxicidade de vitamina A em gatos