Se você notou que seu gato exibia um comportamento chamado pressionar a cabeça, é importante visitar seu veterinário imediatamente para determinar a causa subjacente do problema.

Pressão da cabeça é o ato compulsivo de pressionar a cabeça contra uma parede ou outra superfície implacavelmente, sem motivo aparente. É diferente da cabeça, um comportamento perfeitamente normal onde um gato esfrega ou choca a cabeça contra um objeto humano ou inanimado como sinal de carinho. Pressionar a cabeça geralmente é um sinal de danos ao sistema nervoso, o que pode resultar de uma série de problemas subjacentes.

  • Medicamentos, cirurgia ou dieta: o método de tratamento para este comportamento depende do veterinário diagnóstico da causa subjacente do comportamento. O tratamento não deve ser realizado até o diagnóstico ter sido alcançado.

O que esperar na consulta do veterinário

Para determinar a causa subjacente do comportamento de pressão da cabeça em gatos, seu veterinário provavelmente realizará um exame de fundo da retina (a camada do olho que recebe e processa imagens) e outras estruturas na parte de trás do olho. Isso pode revelar irregularidades no cérebro, ou doenças infecciosas ou inflamatórias.

Outros testes úteis incluem a pressão arterial...

... (a quantidade de pressão aplicada pelo sangue nas artérias) para determinar se o seu gato tem pressão arterial elevada e tomografia computadorizada ou imagens de ressonância magnética do cérebro.

O seu veterinário também vai realizar trabalhos de sangue e um exame de urina, o que pode revelar um problema com o sistema metabólico, ou ajudar a determinar se existem toxinas no sistema.

Como tratar pressão de cabeça em gatos

Você deve estar preparado para fornecer uma história abrangente sobre a saúde do seu gato, incluindo quando os sintomas começaram e quais incidentes podem ter precedido a condição. Certifique-se de informar seu veterinário de quaisquer outros sintomas que acompanhem a pressão da cabeça.

Os sintomas comuns incluem vocalização anormal, andar compulsivo e circulação, mudanças no comportamento aprendido (treinado), convulsões, reflexos danificados, desorientação e comprometimento visual. Estes sintomas podem levar a problemas físicos, tais como feridas nos pés de uma estimulação compulsiva, ou lesões na face ou cabeça de pressionar a cabeça contra uma superfície por um longo período de tempo.

Uma vez que seu veterinário tenha realizado os testes adequados e analisou os sintomas do seu gato, ele ou ela fará um diagnóstico. Alguns...

... dos problemas comuns que podem causar a pressão da cabeça em gatos são:

  • doença de prosencéfalo (caracterizada por danos ao prosencéfalo e ao tálamo (a parte dos diencefalões responsável pela transmissão de impulsos sensoriais)
  • intoxicação tóxica
  • condições metabólicas ou glandulares
  • um tumor primário ou secundário (um localizado no cérebro ou em outro lugar do corpo)
  • uma infecção do sistema nervoso (como a raiva ou uma infecção por fungos)
  • traumatismo craniano agudo (como por acidente de carro)

O que esperar em casa

Os próximos passos para tratamento e cuidados dependem do diagnóstico final de seu veterinário sobre a causa subjacente da pressão de cabeça. Cada doença ou doença exigirá um método de tratamento diferente. Na maioria dos casos, seu veterinário irá recomendar exames neurológicos de acompanhamento para monitorar o progresso da condição.

Perguntas para fazer ao seu veterinário

Com condições neurológicas, os sintomas que parecem não relacionados podem estar ligados entre si. Certifique-se de perguntar ao seu veterinário sobre todos e quaisquer comportamentos ou sintomas incomuns exibidos pelo seu gato, pois podem desempenhar um papel crítico na realização do diagnóstico.

Possíveis complicações a observar

Fale com o seu veterinário se tiver alguma preocupação sobre a condição ou os sintomas do seu gato.

Saiba mais sobre Como tratar pressão da cabeça em gatos

Como tratar pressão de cabeça em gatos