Dor abdominal em cachorros
Autor: Ozzy the Boss

Dor abdominal em cachorros

Peritonite é frequentemente associada com dor abdominal aguda devido à inflamação súbita dos tecidos abdominais, ou peritônio.

Peritonite em cães

Peritonite é frequentemente associada com dor abdominal aguda devido à inflamação súbita dos tecidos abdominais, ou peritônio, daí o nome para a condição. Isso faz com que o fluido mude para a cavidade peritoneal, levando a desidratação severa e desequilíbrio eletrolítico. Peritonite pode ser devido a causas infecciosas, como a gripe do estômago ou causas não-infecciosas, como uma hérnia.

Enquanto os cachorros mais jovens tendem a ter abdômen agudo devido a causas infecciosas e traumáticas, cânceres malignos são mais frequentemente a causa do abdômen agudo em cachorros mais velhos. É crucial determinar a causa subjacente do abdômen agudo, o seu veterinário pode ter que executar a cirurgia de emergência para resolver a condição.

Sintomas e tipos

  • Letargia
  • Tremer
  • Chorar
  • A postura anormal (isto é, pode ser "guardando" o estômago ondulando acima, ou inclinando-se para a frente com extremidade traseira mais elevada na tentativa de aliviar a dor)
  • Respiração pesada
  • Abdômen inchado (pode ser rígido para o toque)
  • Diarreia, que pode ser preto (também referida como Melena)
  • Pode ter vômitos se o estômago ou intestinos estão envolvidos

Causas

Causas infecciosas

  • Furos no forro do estômago do cachorro
  • Vírus do estômago ou do trato intestinal
  • Peritonite infecciosa
  • Enterite viral (gripe do estômago)
  • Parasitas do estômago ou intestinos Infecção bacteriana do útero
  • Abscessos do fígado, baço e/ou pâncreas 

Causas não infecciosas

  • Tumores
  • Câncer
  • Envenenamento
  • Defeitos congênitos
  • Trauma no abdômen, possivelmente envolvendo ruptura de órgãos (hérnia)
  • Ruptura dos ureteres (tubos que carregam urina), bexiga ou de útero grávido
  • Hérnia congênita causando a armadilha dos órgãos
  • Obstrução da uretra ou ureteres
  • Obstrução do rim ou da vesícula biliar (por exemplo, depósitos cálculos)
  • Dilatação gástrica e volvulus

Diagnóstico

Seu veterinário vai precisar de um histórico médico completo para começar a identificar o que está causando a dor abdominal no cachorro. A história que você fornecer pode fornecer para o  veterinário pistas sobre quais órgãos estão causando a dor abdominal súbita.

O médico veterinário também irá realizar um exame físico completo para ver se a dor está realmente no abdômen e não os rins ou costas. Se o seu cachorro tem um abdômen inchado, seu veterinário vai usar uma agulha fina para retirar alguns dos fluidos do abdômen para enviar para o laboratório para análise.

Um perfil completo de sangue será conduzido, incluindo um perfil de sangue químico, uma contagem completa de sangue, um painel de eletrólitos e um exame de urina.

Seu veterinário pode igualmente usar uma seringa para fazer o exame de urina do seu cachorro. Seu veterinário vai pedir exame de imagem para examinar internamente o abdômen. Raios-x e ultra-som serão usados para localizar a fonte do distúrbio no abdômen. Se o seu cachorro é jovem (ainda um filhote) um teste de sangue Parvovírus também pode ser realizado.

Tratamento

O curso de tratamento vai depender do diagnóstico. No entanto, a cirurgia é muitas vezes necessária. A terapia fluida intravenosa é exigida geralmente, porque os cachorros com dor abdominal podem ficar desidratados, e esta situação pode rapidamente transformar-se em uma condição de risco da vida. A medicamentação para dor pode ser prescrita também, para dar a seu cachorro algum alívio.

Os medicamentos podem ser usados para diminuir os ácidos estomacais e revestir o estômago, dependendo da causa da doença. Da mesma forma, se a doença assim indica, o seu cachorro pode tomar medicamento para parar o vômito e antibióticos para inibir a infecção bacteriana.

Vida e gestão

A dor abdominal é geralmente um indicador de uma doença séria que exige o cuidado intensivo a supervisão de um veterinário. Vários dias de cuidados são típicos; em alguns casos, um animal pode ter de permanecer na UTI (unidade de cuidados intensivos) por períodos prolongados.

Após o cachorro ficar em repouso, dê todos os medicações prescritas exatamente como seu veterinário prescreveu, para a quantidade de tempo inteira que foi prescrita, mesmo depois que os sintomas passaram e seu cachorro parece ter se recuperado inteiramente. Observe o seu cachorro de perto para qualquer mudança. Se você ver inchaço, pus, ou se você tiver dúvidas, chame o seu médico imediatamente, pois isso pode se transformar em uma condição de vida ameaçadora rapidamente.

Seguir as recomendacões do seu veterinário são essenciais para garantir que a condição do seu cachorro está melhorando.

Aviso Saudável
Os conteúdo do artigo "Dor abdominal em cachorros" e demais informações divulgadas não devem substituir a orientação ou o diagnóstico de um Médico Veterinário.

Pesquisa mais sobre a Saúde e Comportamento dos Pets e Animais de Estimação.

Descubra mais sobre o mundo dos pets

Milhares de artigos sobre saúde e cuidados do seu pet de estimação.